Meanwhile the production continues!

Antes de comentar sobre o processo pessoal que está sendo a produção de o “O Grande Arquiteto do Mundo”, gostaria de fazer uma pausa com relação a todos os meus projetos anteriores, a resposta a todos é:

 “Eu ainda não desisti de vocês, mas eu preciso fazer essa pausa para elevar o meu nível de trabalho a um novo patamar. Gênio da Garrafa, Os pensamentos dela, S’oora, Galatika e Eleven Dreamers… vocês ainda estão no meu coração!”.

Agora de volta. Quando reavaliei o texto de “O grande arquiteto”, percebi que muitas coisas não funcionavam na narrativa, afinal de contas o meu intento até aqui e produzir algo claro e intenso ao mesmo tempo. Por tanto farei algumas alterações simples…

 – A cena não mais acontecera em uma zona abandonada do Colégio Sto. Tomás de Aquino mais sim em um farol de uma praia. Porque acredito que o clima de pôr-do-sol caira melhor com o nivel da conversa entre Roberto (que agora se chamara apenas “Betinho”) e Simone.

– O climax da história seria a descoberta do segredo de Simone, mas acho que isso pode ficar de lado. Portanto darei um foco maior ao dialogo deles, de forma a questão do dialogo: “Como tornar esse um mundo melhor ficara, mais em foco, mesmo assim o segredo dela permanecerá.

– A rebeldia de Roberto será transferida para Simone em um primeiro momento, por outro lado as personalidades serão mantidas, ainda assim a definição de quem possui uma boa vida será mantida…

Quanto aos sketchs alguns já estão prontos bem como os layouts, mas como o meu scaner está na casa do Luis C.S. as coisas, por enquanto, ficarão apenas na conversa.

No próximo post, sexta-feira eu comentarei sobre os personagens de “O Grande Arquiteto do Mundo”.

P.S.: Por outro lado eu já tenho o próximo projeto em mente, o mini-conto: “Apenas UM minuto, Apenas UM momento”.

Ok! Não entendeu o que está acontecendo? Saiba <AQUI>

O que? Ainda não leu o “O Grande Arquiteto do Mundo”? Leia <AQUI>

Meu primeiro projeto de one+shot.

Enquanto as coisas aqui estão se organizando (por sinal, eu fiquei muito chateado por esse Tema ter péssimos Widgets, mas a vida continua). Pretendo começar a lançar os quadrinhos on-line aqui. Na verdade tentei unir o útil ao agradável no que diz respeito a isso, será da seguinte:

1)  Um primeiro publicarei um conto no minha pagina do Recanto das Letras. <AQUI> 2) Depois quadrinizarei o conto com no máximo 5 páginas. 3) Postarei no Scribd4) Quando tiver realizado o terceiro quadrinho, eu disponibilizarei o primeiro aqui em CBR, CBZ e RAR.

Eu tenho uma série grande de mini-contos no PC aqui de casa e alguns cheguei até a postar aqui no blog, mas deletei todos em seguida por não saber o que fazer exatamente com ele. Assim eles serão apresentados aqui aos poucos. O primeiro será:  “O GRANDE ARQUITETO DO MUNDO”. Por mais eu pretenda fazer algumas sensíveis alteraçoes no roteiro original que esta disponível no RL desde 25/07/2009. Eu ainda vou manter o eixo essencial dele.

Você pode estar pensando: “Você quer apresentar texto e só depois quadriniza-los, não seria melhor depois não”.

Eu respondo:  “Não é bem isso, eu quero por em pratica a minha arte e ao mesmo tempo testá-la com pequenas adaptações, apenas isso”.

Leiam o conto e esperem pela adaptação. Por enquanto é isso e voltamos a nossa programação normal…

#MyLife43 – Uma guerra de todos contra todos?

Pequeno comentário infame: “O WordPress tá mais bonito do que nunca aqui no gerenciamento”.

Deixar bem claro que estou escrevendo esse post, meio embriagado…

Bom voltando ao normal, na verdade eu tinha quase certeza de sobre o que escrever até a noite de ontem. Muito provavelmente seria sobre alguma frustração, ou mesmo sobre a minha falta de tato com as pessoas, mas resolvi mudar na perspectiva de um mundo melhor, afinal ontem tive o prazer de ver dois otimos filmes sobre o tema: Little Miss Sunshine e Freedom Writers.

Eu passo a maior parte do meu tempo estudando questões de guerra, ou mesmo como elas ocorrem e as possibilidade socio-políticas delas ocorrerem no contesto do Estado forte do século XVIII. O meu autor de pesquisa não liga de forma substancial com o tema da guerra na sociedade. Por outro lado, existe uma certa preocupação por minha parte…

Continuar lendo

#MyLife42 – Rolling in the Deep

Estou aqui hoje meio que de passagem, o titulo do post e meio o que eu sinto ultimamente com relação a vida. Quero apenas suscitar as mudanças no meu blog. Agora serão postadas apenas UM post por vez, (isso garante uma leitura mais simples e agradável), porque pretendo usar esse novo layout pra divulgar as minhas mensagens aqui. Quanto a forma, ela será a mesma de sempre nada muito surpreendente, apenas apresentar spin-offs das minhas histórias e algumas já estão feitas e outras serão coloridas! PORQUE TENHO PC DE NOVO PORRA!

Bom agora q o primeiro furacão passou a hora é de produzir algo nas produtivas madrugadas… Enquanto isso quero apenas agradecer a todos q criticam o nosso trabalho, pois a vontade de fazer com que vcs se fodam é tão grande que nos motiva a crescer e mostrar pra vcs o que pode ser arte!

Até a próxima e eu realmente to adorando esse layout!

Links de videos e imagens fodas!

AQUI | AQUI | AQUI e AQUI TB!

#MyLife40 – A síndrome de Aladdin!

Este post é dedicados as MENINAS!

Hoje o mundo está mais chato e monotono pelo simples motivo que uma das monarquias mais sem sentido e esquisitas do mundo esta celebrando (um casamento que segundo as leis brasileiras já teria acontecido, pois eles moram juntos a pelo menos 4 anos…) o casamento do Principe William e de Kate Middleton, mas o que isso tem a ver com o #MyLife? Simples! Acordei mais cedo e vi o casamento inteiro, claro que escondido da minha namorada que dormia tranqüila no quarto e isso me lembrou uma coisa que todos os homem sonham (sim! nós temos sonhos!) e eu particularmente  assim como outras pessoas gostam de chamar esse sonho de Síndrome de Aladdin (o da Disney mesmo…).

Eu sei que pode parecer estranho, afinal vocês tem a clara visão de que todos nós homens somos cretinos, cachorros e etc (essa é uma meia verdade), mas da mesma forma que você foram criadas vendo as princesas como Branca de Neve, Cinderella (o palavra difícil de falar!), Bela Adormecida e por aê vai, nós nunca tínhamos se identificado com um personagem (nem mesmo o Tarzan – “mim Tarzan, você Jane!”) como nos identificamos com o Aladdin.

Continuar lendo

#MyLife39 – Like a dog without a bone!

Ouvindo Riders on the Storm do The Doors eu sempre fico com sono…

Sim! Mas eu vim aqui para atualizar os loucos que lêem o meu blog e acompanham (mesmo que seja para fazer piadas depois) a minha vida. Estou aqui depois de algumas semanas sem postar nada de relevante, mas tenho muitas novidades. Só uma coisa… Não liguem muito para a minha cara nessa foto e que eu estava me posicionando quando tiraram essa foto. (A vida é assim mesmo… =/).

Como foto aê indica eu participei de mais um +HQ. Um evento supimpa de Quadrinhos que rola todo o ano em Sobral (cidade do interior do estado do Ceará e que nem por isso fica devendo em organização ou mesmo atrações aos eventos de Fortaleza, ou mesmo do Nordeste).  Durante a pouco mais de 24 horas que eu fiquei lá (e olha que foram umas 8 horas de viagem, contando ida e volta), muitas boas história aconteceram algumas gafés e muitas saudades de voltar lá e mudar o tempo outra vez…

Passar um fim de semana com gênios como Geraldo Borges (sou muito fã desse cara, é como se todo o meu lado NERD estivesse atona quando lembro que ele desenha quadrinhos para DC Comics). J.J. Marreiro (um grande homem e formentador do quadrinho nacional e incentiva novos produções a todo o momento…), Fernando Lima (a mente desse cara me assusta muitas vezes com a sua genialidade e pelo seu maquiavelismo também) e Luis Carlos (o louco que topou trabalhar comigo no que der e vier…). Me reuni com todos esses loucos e passamos um final de semana agradável na cidade onde chove dentro dos prédios e sempre somos surpreendido por novidades gastronômicas, afinal de contas da vez anterior eu provei uma carne de bode que estava divina!

Durante essa viagem aprendi muitas coisa e posso citar algumas delas…

– Alguns self-services não fazem desconto do prato…

– Quadrinista não gosta de futebol (rsrsrs)…

– Quadrinista não bebe (essa foi densa)…

– Uma boa história pode ser simples (me desculpe Alan Moore e Gaiman)…

– Um bolo pode ser compartilhado com o máximo de pessoas possíveis…

– Quadrinista tem a obrigação de saber o nome de diversas atrizes porno…

– Que a Maria Gadú parece como uma vala do filme Jogos Mortais 3 (by J.J. Marreiro)…

– Que eu não sou a unica pessoa que acha a Hayley Williams bonita…

Bom por enquanto é isso, aliás eu estou preparando algumas novidades com relação a Revista ZINEXT e ao nosso evento dia 2 de Julho!

#MyLife38 – O que podemos aprender com as pessoas?

Juro que esse post começou com uma linda e filosófica exposição sobre como as pessoas deveriam prestar mais atenção uma nas outras e etc. Mas ontem a tarde eu mudei de idéia depois de 30 minutos no inferno com um bate-boca mais infundado da minha vida (e olha que eu acho idiota discutir sobre times de futebol, desenhos, comida de mãe e por aê vai…).

Tudo começou depois de um belo almoço com calabresa e um feijão esperto. Já estava agradavelmente feliz, pois tinha conseguido o aluguel da minha casa nova… PAUSA DRAMÁTICA!!!

É isso mesmo povo eu consegui finalmente alugar a minha casa! UÊBA! \o/ (mas eu só conto isso outro dia…)

Voltando…

Continuar lendo